Artigos, Crochê

Como calcular o preço do seu crochê sem prejuízos

Hoje, a dica vai para minha amigas e amigos artesãos que sempre que terminam uma peça pensam “Quanto devo cobrar”?

Eu já fiz alguns artesanatos na minha vida, inclusive alguns tapetes de crochê e, vou partilhar com você como eu fazia minhas continhas.

Antes de estipular um preço, você deve saber o que é percepção do clientes.

Mas, o que percepção do cliente ajuda na hora de formar preço de venda do seu crochê?

Você sabia que colocar apenas o dobro do valor é perda de dinheiro muitas vezes?

Vamos pegar por exemplo uma peça que tem muita venda nos ultimos tempos, o cesto de crochê.

Imagine que você gastou, em uma peça pequena 15 reais e levou 2 horas para fazer.

Logo você pensa: Vou cobrar 30 reais. Encontra o cliente e faz a venda. 🎉

No outro dia, vai pesquisar modelos do mesmo tamanho para fazer mais cestinhos.

Quando encontra peças parecidas na internet vê que eles não custam menos que 45 reais. E você fez um do mesmo tamanho e com detalhes na borda que deu mais trabalho do que o que custa 45 reais e cobrou apenas R$30 😮

Nesse momento você sente-se triste pois, vendeu muito barato. 😑😑

Por ser uma peça muito desejada e da moda, as pessoas tem uma percepção de maior valor sobre a peça. Por que isso?

Porque é algo que elas desejam muito. E quando isso acontece, você artesã pode cobrar mais. Pois, o cliente esta fazendo qualquer coisa para ter um cesto de crochê.

Acredite, o cliente arruma dinheiro de até onde não tinha.

Isso é percepção de valor!

É uma medida de disposição do seu cliente em comprar algo com certo desejo e urgência.

E tem o fator VALORIZAÇÃO DO SEU TRABALHO!

Nunca venda seu artesanato apenas baseando-se no valor do material gasto. Coloque na conta seu tempo, amor e dedicação. Mesmo que você faça por hobbie, é seu trabalho.

Dica para aumentar o preço do seu artesanato

Escolha peças e cores da moda, atuais.

Capriche na combinação de cores e texturas. Façã peças temáticas. Assim, a percepção de valor para o cliente aumenta.

Por exemplo:

Conjunto de sousplat para Natal combinando com a louça da cliente. Se não tem encomendas ainda, faça um conjunto modelo e publique com uma mesa posta bem linda e tire fotos. O pinterest é cheio delas.

Veja o exemplo:

Outro exemplo é com os tapetes de crochê. A linha infantil tem crescido muito juntamente com a decoração de sala.

Veja mais um exemplo:

Fonte Pinterest

Veja como é importante combinar as cores da peças com o ambiente onde ele irá ficar.

Assim, você torna-se mais profissional e suas peças são mais valorizada.

Passe uns minutos do seu dia fazendo muitas pesquisas no Pinterest para se inspirar. Mesmo que você não tenha encomendas para fazer. Treine seu olhar todo dia.

Até aqui falamos da percepção de valor e como ela pode ajudar a aumentar o preço do seu trabalho.

Para exercicio, escolha uma peça, calcule o material e tempo gasto, selecione as cores e fio utilizado. Tudo isso baseado em suas pesquisas de inspiração.

Pesquise na internet qual o valor médio da peça que você irá vender.

O valor de venda tem que ser 3x maior que o custo. Ou seja, custou R$10, cobre no minimo R$30. E, se o valor de percepção for R$45, cobre este valor.

Agora, se o melhor valor for R$25, repense em fazer essa peça ou partir para outra.

Se for adicionar mais um detalhe para cobrar mais, cuidado! A percepção de valor pode cair pois, a visão de artesão é diferente do cliente.

Eu sei que não é uma tarefa fácil muitas vezes precificar nosso artesanato. Mas, pode ficar tranquila(o) que vou postar várias dicas aqui no blog para você lucrar bem e poder continuar fazendo o que ama.

Comente como você faz seus cálculos e, partilhe com seus grupos, amigos e amigas do crochê.

Abraços.