Artigos, Dicas para vender mais, Roupas

Nunca faça isso quando for vender roupas

Na verdade, são “algumas” coisas….

Passamos horas analisando peças no fornecedor, calculando preço, marcando horarios e, chega na hora e, a venda não acontece!

Muitas vezes não é o produto ou a(o) cliente…

Parece básico demais isso que vou descrever mas, com as pessoas cada vez mais exigentes… o momento da entrega e atendimento é um dos detalhes mais delicados de uma venda.

Meu objetivo é sempre te ajudar e, não colocar minhocas na sua cabeça. Pensando nisso, selecionei…

As 3 coisas que você não deve fazer ao vender roupas

1 – Não prestou atenção no tamanho certo do(a) cliente.

Aqui vale um dica de ouro para quem não tem como levar tudo o que tem para a pessoa provar.

Pergunte se é para presente. Pode ser que você chegue até o local com o tamanho certo da pessoa mas, não era para ela… e, como dizer por ai “perdeu a viagem”.

E, se for para a própria pessoa, leve até 2 tamanhos maiores. Apesar de existir um padrão brasileiro, a maioria das marcas não segue esse padrão e tem suas próprias tabelas de medidas. Se for do Brás então… reorganize os tamanhos das etiquetas no “olhômetro”.

2 – Levou tudo em uma sacola e chegou amassado para a pessoas ver.

Nossa, essa é de doer o coração!

Aquele body lindo que você quer mostrar muito para a cliente. Ao abrir a sacola diz “ja acho ele aqui”, puxa para fora p body com o bojo amassado e entrega para a pessoa ver.

Não faça isso! Demonstra amadorismo e falta de capricho!

Se você atende em casa, não sabe nem onde esta a peça e, encontra uma cueca do marido pelas suas roupas kkkk (sim, já fui comprar em uma casa que aconteceu isso).

Se você tem espaço pequeno, deixe as peças mais próximas. Blusinhas de verão no cabide e em baixo os shorts. Uma vendendo a outra…

Vá até grandes lojas e observe porque algumas peças ficam mais a frente e outras mais ao fundo. E, note que algumas peças ficam dobradas embaixo de alguns araras de roupas.

Visite muito o Pinterest que la tem ótimas inspirações. Veja o exemplo:

Fonte imagem: Pinterest

Este exemplo dos cabides na parede é maravilhoso para espaços pequenos.

Se você ainda esta começando, não faça grandes estoques. A moda muda muito e, você pode ficar com peças paradas.

Coloque tudo o que você tem para venda. Organizando da forma que esta na imagem, fica mais dinâmico o ambiente e, tira aquela sensação de peças “socadas” nos cabides tradicionais.

Não precisa ser exatamente igual da foto mas, é um forma de inspiração para você criar seu proprio espaço.

Se leva a famosa sacolinha para a pessoa. Deixe a peça bem dobradinhas, organizadas. Se ela pediu uma peça em especifico, deixe ela em meio às outras. Nem no fundo, nem em cima. Assim “força” ela olhar para as outras.

Se a pessoa deixar bem claro que deseja apenas uma, não force! Deixe a impressão que você é profissional, mesmo que venda pouca coisa.

E, não me cometa a “proeza” de mandar uma sacola com estampa de supermercado! A primeira coisa que a pessoa vai ver é se a peça não veio suja de comida kkk

Tem sacolas lisas baratinhas para vender. A ultima vez paguei R$6 em 100 sacolas. Senão pode pagar personalizadas, que não seja amassada e do mercado.

E, por fim….

3 – Não faça cara “azeda” se o cliente não comprar de você.

Pareço um pouco cruel até aqui? Calma, só quero ajudar você a não cometer os mesmos erros que eu.

Tem dias que trabalhamos muito. Leva roupa para lá, traz para cá, troca, sol, calor, dor nas costas… mas, sempre trate as pessoas com educação.

Não quer dizer que deve aceitar ofensas e falta de educação das pessoas… jamais!

Veja se isso não aconteceu com você:

Você adora o local onde foi comprar mas, nada serve para você ou não tem o que deseja. Se for bem atendido, você pode voltar.

Se acontecesse de a vendedora ou vendedor, fizer “cara feia” e virar as costas para você. Quais as chances de você voltar lá? Poucas…

Então, atenda sempre seu cliente da maneira que você gostaria que fosse atendido(a).

Muitas vezes a pessoa não comprou nada mas, passou a saber que eu vendia roupas. Sempre que precisava de algo, pedia para mim.

Isso marca você como referência para aquele cliente. Sabendo um pouco mais dele(a), você já vai às compras no atacado com mais facilidade e acertividade.

Pensando nesses 3 itens…

A experiência que o cliente tem com seu atendimento é tão importante quanto o produto em si.

Se você atende presencialmente, capriche na organização e um local para a prova. Mesmo com simplicidade e um provador de lençóis rsrs, você terá mais sucesso e fidelização de seus clientes.

Se vai atá as pessoas, organize sua sacola ou caixas (no caso de ir de carro), leve tudo dobradinho e com 2 tamanhos a mais, não use sacolas amassadas para a pessoa levar as roupas. Mostre todo seu capricho nos detalhes.

Espero que essas 3 dicas possam te ajudar a vender ainda mais.

Dúvidas, sugestões ou críticas, deixe nos comentários.